segunda-feira, julho 04, 2011

Nova Marca de Chocolate



Ontem postei sobre o que gostei na Expo Brasil Chocolate 2011
Hoje gostaria de falar de outro fabricante que estava presente na feira.
A Puratos, que estava divulgando o seu novo produto
Segundo as moças que estavam por lá
o produto tem as qualidades do chocolate belga, mas é fabricado no Brasil
Papo bonito
'papo vai papo vem'...
Perguntei qual a porcentagem de cacau na formulação do novo chocolate
Ninguém sabia....
Uma das moças chutou 40% 'com segurança'...
Fui olhar a embalagem
Já postei aqui algumas vezes sobre embalagens
Já falei que a ordem dos produtos apresentados na lista dos ingredientes é determinada pela quantidade.
Então perguntei como este chocolate poderia ter 40% de cacau se a ordem é
Açúcar
Manteiga de cacau
Leite em pó
E só depois é que a massa de cacau aparece....
Nenhuma das belas e simpáticas moças soube me responder....
Alem disso, veja o que vem depois do cacau:
gordura vegetal não identificada..
A esta altura a questão passa a ser qual a mensagem e o público que a Puratos quer atingir com este produto?
Talvez queiram concorrer com as marcas famosas de chocolate de supermercado...
Para matar a curiosidade eu experimentei um pedacinho do meio amargo e do ao leite.
Os dois são igualmente doces e se comparados com as marcas presentes nas gôndolas de supermercados, são mais saborosos. 
Gostou deste post?
Então clique no botão +1, nova ferramenta do Google

6 comentários:

  1. Pois é Di!! Esses fabricantes acham que nos enganam... Por essa foto do rótulo tem até aromatizante no produto! Desde quando um chololate de qualidade precisa disso?!!
    Não provei e não quero provar!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. é, Andréia, temos que nos acostumar a olhar a embalagem dos dois lados.

    ResponderExcluir
  3. Hoje em dia tá difícil achar um chocolate de qualidade, um que se diga: é chocolate mesmo, não é mistura.

    ResponderExcluir
  4. chocolate bom infelizmente é minoria!!!

    http://deliciasdaisa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. É verdade, Isadora, mas existem

    ResponderExcluir